Flores

por Fernanda

Antes de mais nada, preciso alertar: qualquer senelhança com os fatos reais é mera coincidência. Só escrevo porque Setembro começou e logo nascem as flores. Amores.
Quero que seja doce. Pode até ser de mentira, mas que seja doce. Porque hoje você me sorriu o sorriso mais bonito que já vi nos últimks dias. Logo em seguida mandou um beijo e todo mundo já estava nos casando. Amo as pessoas nos amarem. E a gente no meio disso como se fôssemos fantoches.
Sabe, isso que tô dizendo é só invenção e desculpa para escrever um texto novo. 13:13 e eu queria que você visse e soubesse que eu penso em você. Na verdade, tenho pactos de escrever textos 13:13. Brincadeirinha.
Mas saiba que é mentira. Você precisa saber. Eu escrevo sobre você porque todo mundo quer que eu escreva sobre você e às vezes, eu quero fazer o que o mundo pede só pra me sentir mais a vontade.
Falando em pedir, queria que me pedisse, um dia desses, meu melhor beijo. Te beijo. Te beijo de olhos fechados, com minhas mãos na sua nuca. Te cubro de desejos, enquanto você me descobre. Descobre de todos os jeitos. Físicos e de alma.
Estava pensando, sabe, como é brincadeira mesmo isso tudo, a gente podia continuar por mais um tempinho e só parar de brincar quando conseguirmos um parceiro melhor. Digo, nós dois. Podíamos fazer uma promessa. Perder um tempo juntos, sem perder a vida inteira.
Como já disse que esse texto é todo mentiroso, vou contar logo todas as mentiras: senti saudades esse tempo. Sei lá. Também não queria te ver com outra. E quando te via só queria estar com você. Pra nada, sabe, só pra ficarmos de mãos dadas imersos em nossos próprios pensamentos. Não sei porque fico inventada tudo isso, mas até borboletas apaceram quando te vi. Saí andando na rua um dia desses com um sorriso bobo no rosto e quase tropecei. Aí o homem (imaginário, claro, porque eu tô inventando) me olhou sorrindo como se estivesse com inveja de minha felicidade. E foi tão sem motivo e bonito.
A gente podia ir levando, deixando… Até eu cansar dessa sua carinha de neném me implorando coisas, com todo seu charme possível. Exatamente na hora em que o jogo fica todo ganho pra você. E eu até tento virar, mas acho que já perdi a muito tempo.
Não gosto de perder. Qualquer hora eu peço pra sair. Agora, despausa isso aí e vamos voltar de verdade… A noite mal começou. Vamos sair do 3 x 3 e ver o que dá. Por nada, é só brincadeira. Aliás, que tal um beijo? Apostado.

Anúncios